Hoje, mais uma vez, volto atrás no tempo! Junho de 2014, por uma semana, Grécia é o destino mais propriamente Corfu, uma das ilhas. É a ilha grega mais verde, isto é porque chove quase tanto lá como em Londres. Com temperaturas a rondar os 31ºC em pleno verão e águas cristalinas Corfu é o destino ideal!

Corfu fez-me sentir em casa, pessoas acolhedoras e comida deliciosa. Ficamos num hotel chamado Sensimar Grand Mediterraneo Resort & Spa é um hotel só para adultos e localizado na colina com uma vista de perder a respiração. Escusado será dizer que o pôr-do-sol foi um tema recorrente das fotos quase todos os dias! Hehe

Como sempre, quando vamos para um sítio deste género, alugámos um carro e desta vez não foi diferente! Na lista estavam muitas praias, a cidade e um lago. A lista é sempre maior do que aquilo que conseguimos fazer mas isso deixa sempre um sentimento de ter de voltar para ver o resto!

O lago foi uma das tentativas falhadas, no GPS colocamos a localização “Limni Korission” e estava a correr tudo bem, até começamos a entrar num trilho de terra batida que mesmo assim não nos desencorajou, continuámos, até porque tínhamos outro carro atrás de nós e isso deu-nos mais confiança de que estávamos no caminho certo! Até uma pessoa local nos acenou e nós respondemos de volta, “que pessoas tão simpáticas”. Até que o caminho começou a ficar cada vez mais estreito para o carro e as silvas a arranhá-lo! Foi aí que decidimos parar e o Ricardo (o meu marido) saiu do carro e foi ver se o caminho mais à frente melhorava. Entretanto, o senhor do carro que nos seguia também saiu do carro dele e diz que nos estava a seguir porque achava que nós sabíamos o caminho! Foi aí que decidimos voltar para trás e desistir da ideia! A senhora que nos acenou, se calhar não queria dizer olá, queria dizer, “parem e voltem para trás”! Fica para a próxima Limni Korission!

O início do caminho!

As praias da parte Este da ilha são de godo e as praias da parte Oeste são de areia, interessante não é? Como nós fomos em Junho, tudo na ilha pareceu calmo, mas imagino que em Julho e Agosto seja épocas alta, havendo mais turistas!

Qualquer uma das praias abaixo mencionadas são fáceis de encontrar com GPS!

As praias a Este que visitámos foram:

Kerasia

Ao chegar a esta praia estacionasse o carro mesmo na praia, em cima do godo! Acho que as fotos abaixo dizem tudo, mas nunca é demais mencionar que esta praia tal como todas as outras tem uma claridade de água inacreditável!

Barbati

Esta praia encontramos a conduzir entre a praia de Barbati e Kerasia. É bastante pequena e privada, foi uma descoberta por acaso, não sei o nome! Se por acaso reconheces a praia e sabes o nome, deixa um comentário no final deste blog. Adorava saber o nome!

As praias a Oeste foram:

Paleokastritsa

Glifada

Pelekas

Agios Gordios

Porto com uma dupla Baía, para visitar este sítio tem que se seguir um trilho pelo monte onde a vegetação é baixa e a única indicação é uma tabuleta de madeira no princípio. Se calhar o melhor é mostrar algumas fotos do caminho! Para nós a descida foi fácil e o melhor é que se vai cruzando com pessoas e eles vão dizendo se falta muito! Hehe e foi o que nós fizemos no caminho de volta a outras pessoas que fomos vendo com olhares de incerteza sobre o caminho, até nos perdermos e em vez de voltarmos à entrada, fomos ter ao quintal de alguém… hihi faz parte!!

O caminho para a Baía dupla!

O caminho a descer.
O caminho a subir.
Esta foto e as próximas 3 foram tiradas do mesmo sítio, esta primeira tem algum zoom.
Esta ja tem menos zoom, ainda me consegues ver?
Esta é sem zoom! eu ainda estou na foto, consegues me encontrar?

Visitámos também uma praia a Norte situada em Sidari conhecida como o canal do amor. É uma formação rochosa onde a erosão feita pelo mar formou um canal que vai de encontro ao mar. Mitos dizem que o casal que nadar neste canal, ficará junto para sempre! E claro que quando chegámos lá, não o fizemos, porque o canal era relativamente estreito e não sabíamos o quão forte a força do mar seria assim que nadássemos para águas mais fundas! Éramos um bocadinho medrosos, mas à medida que as viagens foram acumulando, começámos a ser mais aventureiros! E espero que o notem nos próximos posts!

Cidade

Há muito para explorar na cidade de Corfu, desde a nova (Neo Frourio) à antiga (Paleo Frourio) fortalezas, defesas antigas contra ataques marítimos. Estes são os sítios a visitar para ter uma vista panorâmica da cidade.

A vista para a cidade de corfu da nova fortaleza (Neo Frourio)
Neo Frourio
Neo Frourio
Paleo Frourio
A vista da antiga fortaleza (Paleo Frourio)

A esplanada com um elegante terraço de cafés que faz lembrar a rua de Rivoli em Paris.

A igreja de Santo Spiridhon, o local mais sagrado da ilha!

A cidade antiga onde se pode ver os labirintos de ruas estreitas! Também se pode encontrar muitas lojas de lembranças, foi numa destas lojas que eu vi bolas de natal com desenhos gregos e dizeres de Corfu, feita esperta mexi-lhe e deixei cair uma ao chão, claro! Felizmente quando foi para pagar o senhor fez um desconto uma vez que não a íamos levar! Comecei a ter um respeito diferente por aqueles símbolos de “ver é com os olhos”!

Um bocado mais fora do centro da cidade encontrasse Vlacherna e Pontikonissi, duas pequenas ilhas quase tirado de um livro de histórias. Em Vlacherna podesse ver um mini convento branco com uma única árvore mais alta do que a torre do sino do convento. Pontikonissi é um santuário de vida selvagem.

Obrigado por leres, vai passando por aqui ou então subscreve para seres o primeiro a saber dos meus posts! Tenho muito mais para te contar!

A vida é muito curta para ser desperdiçada, sê feliz!

Ana Castro